Notícias Sesc TO

Imagem da notícia

Palmas e Gurupi receberão mais uma etapa do Sonora Brasil Sesc

Publicado por: RENATO KLEIN em 01/07/2019 às 11:24:02

Este ano o projeto Sonora Brasil completa 21 anos de circulação pelo país, com o tema ‘A Música dos Povos Indígenas do Brasil’. No Tocantins, as apresentações acontecerão em Gurupi, com entrada gratuita às 19h30 no dia 16 de julho e no dia 23 de agosto, no auditório da Unidade Operacional do setor Engº Waldir Lins, e em Palmas, também no mesmo horário e com entrada gratuita para o trabalhador do comércio e dependentes e com o valor de R$ 5,00 a inteira e de R$ 2,50 a meia, entre os dias 19 e 22 de agosto, no Teatro do Centro de Atividades da 502 Norte. Informações pelos telefones (63) 3212-9949 (Palmas) e (63) 3301-2100 (Gurupi).

Esse ano o Tocantins vai receber o tema ‘A Música dos Povos Indígenas do Brasil’. São eles: Dzubucuá do povo Kariri-Xocó (AL); Memória Fulni-ô do povo Fulni-ô (PE); Opok Pyhokop do povo Karitiana (RO); Wagô Pakob do povo Paiter Suruí (RO); Teko Guarani do povo Mbyá-Guarani (RS); Nóg gã do povo Kaingang (RS); e Grupo Wiyae com Oficina Didática.

Confira, a seguir, a programação em Gurupi (Mini mostra):

1ª Etapa: Circuito Povos Indígenas da Região Sul do País
Grupos: Teko Guarani do povo Mbyá-Guarani (RS) e Nóg gã do povo Kaingang (RS)
Data: 16 de julho
Horário: 19h30
Entrada: gratuita

2ª Etapa: Circuito Grupo Wiyae com Oficina Didática
Data: 23 de agosto
Horário: 19h30
Entrada: gratuita
Local: Auditório da Unidade Operacional do Setor Engº Waldir Lins)

E, a seguir, a programação em Palmas:

1ª Etapa Circuito Povos Indígenas da Região Nordeste do País, com os grupos: Dzubucuá do povo Kariri-Xocó (AL) e Memória Fulni-ô do povo Fulni-ô (PE), no dia 19 de agosto;

2ª Etapa Circuito Povos Indígenas da Região Norte do País, com os grupos: Opok Pyhokop do povo Karitiana (RO) e Wagô Pakob do povo Paiter Suruí (RO), no dia 20 de agosto;

3ª Etapa – Circuito Povos Indígenas da Região Sul do País, com os grupos: Teko Guarani do povo Mbyá-Guarani (RS) e Nóg gã do povo Kaingang (RS), no dia 21 de agosto;

4ª Etapa Circuito Grupo Wiyae com Oficina Didática, no dia 22 de. Os concertos na Capital terão ingressos vendidos com uma hora de antecedência na bilheteria do Teatro Sesc Palmas.

Oficinas
Também haverá duas oficinas gratuitas na capital, são elas:

Oficina I: ‘Cantos da floresta – uma aproximação com o universo sonoro indígena brasileiro’, por Magda Pucci, das 16h às 18h. O público alvo são pessoas interessadas em geral, professores generalistas e educadores musicais. A faixa etária é de 15 a 60 anos, duração de duas (02) horas e são trinta (30) as vagas disponíveis.

Oficina II: ‘Os cantos que acalentam os encantados e os instrumentos sagrados’, por Djuena Tikuna e Diego Janatã, das 14h às 16h. O público alvo é a comunidade em geral, pais e filhos, professores e alunos, educadores musicais, entre outros. A faixa etária é livre da duração é de duas (02) horas, e também são trinta (30) vagas oferecidas.

As duas oficinas acontecerão no dia 22 de agosto no Centro de Atividades Sesc Palmas (502 Norte) e as inscrições serão feitas somente pelo e-mail musica@sescto.com.br.

Sonora Brasil Sesc
Considerado o maior projeto de circulação musical do país, desde 1998 o Sonora Brasil Sesc promove a circulação de artistas e/ou grupos musicais das cinco regiões do país. Ao longo de 20 anos o projeto contou com a participação de 85 artistas ou grupos, totalizando 481 músicos participantes, e foram realizadas mais de 6.000 apresentações em cerca de 150 cidades brasileiras. Em 2019 e 2020 as abordagens temáticas são ‘A Música dos Povos Indígenas do Brasil’ e ‘Líricas Femininas: a presença da mulher na música brasileira’. Saiba mais em http://www.sesc.com.br/portal/site/sonorabrasil2019/#.

O Sonora Brasil busca despertar um olhar crítico sobre a produção e sobre os mecanismos de difusão da música no país, incentivando novas práticas e novos hábitos de apreciação musical, promovendo apresentações de caráter essencialmente acústico, que valorizam a autenticidade sonora das obras e de seus intérpretes e contribuem para a memória da cultura musical brasileira. O projeto tem como objetivo difundir a diversidade da música brasileira a partir de recortes temáticos que abordam aspectos de seu desenvolvimento, com especial atenção à música de concerto e à música de tradição.

Em Palmas, a mostra Sonora Brasil Sesc acontecerá no Teatro Sesc Palmas sempre às 19h30 entre os dias 19 e 22 de agosto e a entrada será gratuita para o trabalhador do comércio e dependentes e custará R$ 5,00 (inteira) e R$ 2,50 (meia). Já em Gurupi, será nos dia 16 de julho e 23 de agosto, também às 19h30 com entrada gratuita no auditório da Unidade Operacional (Setor Engº Waldir Lins). Informações pelo telefone (63) 3212-9949 (Palmas) e (63) 3301-2100 (Gurupi).

Serviço
Cultura – Sonora Brasil Sesc 2019

Ação: “Música dos Povos Originários do Brasil”

Gurupi (Mini Mostra)
1ª Etapa: Circuito Povos Indígenas da Região Sul do País
Grupos: Teko Guarani do povo Mbyá-Guarani (RS) e Nóg gã do povo Kaingang (RS)
Data: 16 de julho
Horário: 19h30
Entrada: gratuita
Local: Unidade Operacional do Sesc em Gurupi (Setor Engº Waldir Lins)
Informações: (63) 3301-2100

2ª Etapa: Circuito Grupo Wiyae com Oficina Didática
Data: 23 de agosto
Horário: 19h30
Entrada: gratuita

Palmas (Mostra)
Data: de 19 a 22 de agosto
Horário: 20h
Entrada: gratuita (trabalhador do comércio e dependentes); R$ 5,00 (inteira); e R$ 2,50 (meia)
Local: Teatro do Centro de Atividades do Sesc em Palmas (502 Norte)
Informações: (63) 3212-9949

Imagens disponíveis para download: https://bit.ly/2KoEHaX

www.sescto.com.br
Twitter: @sescto
Facebook: www.facebook.com/sescto
Instagram: @sesctocantins
Youtube: SESCTO

Serviço: Assessoria de Comunicação do Sesc Tocantins - Fone: (63) 3212-9968.
Coordenador de Comunicação do Sesc - TO: Renato Klein
Licença: Os textos podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins jornalísticos, mediante a citação da fonte.


Ver todas as notícias