O Tocantins é o mais novo Estado do país. Criado em 1988 pela Assembleia Nacional Constituinte, onde foi desmembrado do então Norte de Goiás, localiza-se na região Norte, exatamente no centro geográfico do país, condição que lhe possibilita fazer limites com estados do Nordeste, Centro-Oeste e do próprio Norte. Segundo o último senso realizado em 2010, a população tocantinense é de aproximadamente 1.383.445 habitantes espalhadas pelos 139 municípios.

A capital, Palmas, é a última cidade brasileira planejada do século 20. Fundada em 20 de maio de 1989, possui uma arquitetura arrojada, com avenidas largas dotadas de completo trabalho paisagístico e divisão urbanística caracterizada por grandes quadras comerciais e residenciais. E foi nela que em setembro de 1996 desembarcou o delegado designado pelo Departamento Nacional para implantar neste Estado a Delegacia Regional do Sesc. Ainda de forma provisória, ele despachava em uma sala da Fecomércio.

No ano seguinte, em março de 1997, começaram as primeiras atividades do Sesc. Como a preocupação era com a educação e a cultura, foram criados o cinema, biblioteca e sala multiuso (com aulas de dança de salão, capoeira e karatê). Buscando a dinamização das ações e a expansão, neste mesmo ano teve a formação do primeiro conselho regional.

O Sesc Tocantins estava crescendo e era preciso ampliar os serviços e a primeira unidade construída foi o Centro de Atividades na cidade de Gurupi, região Sul do Estado, no dia 25 de setembro de 1998. No ano seguinte foi a vez da capital Palmas ter uma unidade. Em fevereiro os comerciários puderam usufruir do Sesc Esplanada – Centro de Atividades Esportivas, com piscina, quadra poliesportiva, academia e espaço para artes marciais.

Dois anos após a vinda do Delegado, o Tocantins deixa de ser delegacia para se tornar definitivamente Departamento Regional. Isso aconteceu em julho de 1998. A partir daí muitas unidades foram sendo inauguradas, entre as mais significativas a Unidade Móvel do OdontoSesc em agosto de 2001 e o primeiro núcleo do Mesa Brasil em Palmas, em novembro de 2003.

Como parte da consolidação do Sesc no Estado, foram construídas três grandes obras na capital. Em abril de 2006 foi inaugurada a sede conjunta do Sesc e Fecomércio, onde fica a parte administrativa das duas instituições. Em maio foi a vez do Centro de Atividades de Palmas abrir as portas. Orçado em cerca de R$ 18 milhões, o Centro foi construído numa área de 14 mil metros quadrados e conta com consultório odontológico, teatro com 260 lugares, cinema para receber 90 pessoas, área de esportes com complexo aquático, quadra poliesportiva, campo de futebol society, salão de danças, sala de artes marciais, musculação e todo espaço necessário para que sejam realizadas diversas ações nas áreas da cultura, esporte, lazer, assistência, saúde e educação. E a última obra construída foi o Tênis Sesc, inaugurado em novembro de 2007. A unidade tornou-se referencial no esporte da região Sul de Palmas, oferecendo diversas modalidades como voleibol, basquetebol, futsal, karatê, judô e tênis de campo.

Desde a sua implantação até os dias de hoje, o Sesc conta com 13 unidades fixas nas cidades de Palmas, Gurupi, Araguaína, Porto Nacional e Paraíso do Tocantins, além de quatro unidades móveis. Apesar de ser o mais novo Estado do país, o Sesc Tocantins se orgulha de ter uma estrutura imponente, do mesmo nível de outros Estados.